As 3 palavras mais difíceis de serem ditas mas que deveríamos dizer mais

Imagine que você foi convidado a ouvir uma história simples para em seguida responder a algumas perguntas. Eis a história:

Uma garotinha chamada Mary vai à praia com a mãe e o irmão em um carro vermelho. Na praia, nadam, tomam sorvete, brincam na areia e almoçam sanduíches.

Agora, as perguntas:

  1. De que cor era o carro?
  2. Eles comeram peixe e fritas no almoço?
  3. Ouviram música no carro?
  4. Tomaram limonada no almoço?

Muito bem, como você se saiu? Em uma pesquisa com crianças, quase todas elas responderam corretamente às duas primeiras perguntas (“vermelho” e “não”). Mas em geral se saíram muito pior com as perguntas 3 e 4. Por quê?

Simplesmente porque essas perguntas não podiam ser respondidas, não havia informação suficiente na história. No entanto, 76% das crianças responderam “sim” ou “não”.

Dizem por aí que as 3 palavras mais difíceis de serem ditas são eu te amo, porém, existem outras 3 palavras ainda mais difíceis de serem ditas eu não sei.

O que é uma pena pois enquanto você não admitir aquilo que não sabe, é praticamente impossível aprender o que precisa aprender.

Esse é um trecho de um livro que estou lendo, Pense como um freak. Achei que valia a pena transcreve-lo aqui para que outras pessoas possam refletir sobre a necessidade de verbalizar mais essas 3 palavrinhas.

Acredito que esta é uma dica muito valiosa e, apesar de ser uma mudança simples, tem o poder de melhorar muito nossos relacionamentos pessoais ou profissionais.

Escrevi este post justamente para poder facilmente ajudar meus amigos a refletirem sobre isso. Faça o mesmo com seus amigos 🙂

Leave a Comment