A Estratégia do Oceano Azul – versão resumida

A Estratégia do Oceano Azul – versão resumida

Tem alguns conceitos de negócios que acho importante todos que trabalham com web (designers, marketeiros, programadores, Product Owners…) conhecerem. A Estratégia do Oceano Azul é um deles.

Resumo (tl;dr)

Essa estratégia afirma que em um mercado altamente competitivo, onde uma empresa está tentando matar a outra, o resultado é um oceano vermelho de sangue onde rivais lutam por lucros que encolhem cada vez mais.

Ao invés disso, as empresas devem procurar por novos espaços no mercado e formas de reinventar a indústria. Evitar a competição ferrenha e focar em inovação.

Criando assim seu próprio oceano azul (mercado ainda sem competidores), evitando o oceano vermelho (mercado saturado e ultra concorrido).

Pontos-chave

  • essa estratégia não é apenas teórica, ela foi criada a partir de um estudo de 10 anos que analisou empresas que se tornaram bem sucedidas e outras que falharam em mais de 30 indústrias diferentes.
  • seguindo essa estratégia, você não precisará ser melhor do que as empresas atualmente no mercado. Seu objetivo é redefinir os limites do mercado e operar nesse novo espaço criado.
  • o objetivo é criar e capturar uma nova demanda, uma nova fatia do mercado.
  • ao evitar a concorrência acirrada do mercado atual, você não precisará reduzir sua margem de lucro para se tornar competitivo.

Exemplo: Cirque du Soleil

Na época que a compania foi criada, nos anos 80, os circos eram focados em entretenimento leve para toda a família mas principalmente para as crianças.

O Cirque du Soleil mudou completamente o jogo ao criar uma experiência artística sofisticada e cortar algumas das coisas mais famosas do circo: palhaços e animais.

Focando muito na qualidade do espetáculo, com alguns dos melhores artistas do mundo, inovou ao criar performances que ninguém nunca havia visto antes.

Com esse foco completamente diferente, ao invés de tentar atingir crianças como público-alvo, os adultos eram agora os interessados em comprar ingressos para esse novo tipo de circo. E ainda por cima pagavam muito mais pelos ingressos do que os circos tradicionais cobravam.

ps: não assista o espetáculo Toruk, achei bem fraco 😛

Na prática

Se você leu o post até aqui, já fez o mais importante. Já aprendeu o que é a estratégia, o que ela prega, como funciona e qual seu objetivo.

É o suficiente para entender quando alguém cita-la em uma conversa ou palestra, para recomendar a alguém, ou para ir atrás de mais informações caso algum dia precise.

Caso deseje colocar a estratégia em prática, aplicando em alguma ideia de negócio ou ao verificar como está o mercado de alguma indústria, o site oficial do livro tem uma série de ferramentas que você pode utilizar.

Se quiser aprender em maiores detalhes, compre o livro, tem uma edição em português.

3 Comentários

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *